A Dor pela Amazônia e as Flores Verdes da FES

Em tantos anos de atuação como terapeuta floral, nunca, as flores verdes da FES fizeram-se tão presentes. Muitos descobriram, e sentiram vibrar o raio verde do chackra cardíaco na revelação do amor `a natureza. As matas, as `arvores, as `aguas e seus seres ficaram tão próximos de nós, que a dor deles passou verdadeiramente a ser a nossa dor. Percebemos o quanto somos manifestação de uma mesma força, e compomos uma mesma teia, compreendendo que “ o que fere a você, fere em mim! “

São tantos sentimentos expressos, que, a cada pessoa que me fala, ouço na verdade, através dela, a voz de um espírito da natureza!

Na ânsia de proteger a Amazônia como quem protege um filho, uma mãe, ou um legado, cada um a seu modo, expressa sua força:

...É preciso acalmar os ventos, dizem os silfos......poderíamos inundar as terras respondem as ninfas e os ondinos. Já outros, os avissais, recorrem as grutas e pensam que protegerão os animais, já que a dor dos duendes e gnomos é devastadora por conhecer-lhes a inocência. Não culpem as salamandras, dizem outros, pois sua função é atuar no laboratório das trevas para finalmente as fadas espraiarem a luz da consciência sobre a trajetória dos humanos....

E de lágrima em lágrima, as flores verdes vão harmonizando os corações feridos pelo fogo na nossa Floresta Encantada!

Há um arrebatamento da consciência, e muitos começam a compreender que a terra é um ser amoroso e que cada passo é um beijo sobre ela (Thich Nhat Hanh).

Muitos passam a compreender que há uma só alma, não porque leram nos livros de auto ajuda, mas porque subitamente dói profundamente no coração.

Os florais são tomados como quem encontra um oásis em meio ao deserto, de onde brotam expressões etéreas de flores verdes.

Green Rein Orchid: para uma experiência de amor com a terra que ancora no coração e no corpo.

Green Cross Gentian: para uma confiança inabalável na força de superação do planeta.

Green Rose: para transpor o portal do medo e acolher todos os seres no coração.

Green Bells of Ireland: para a capacidade de invocar os elementais em auxilio da natureza.

Glassy Hyacinth: para transmutar o sofrimento, compreendê-lo e ampliar a consciência.

Corn: para se manter ancorado e não se desconectar da natureza.

Lady’s Mantle: para hidratar a alma, e trazer a floresta para suas mãos, onde quer que você esteja.

Yellow StarTulip: para compreensão com aqueles que ainda não ouviram o chamado da natureza.

E assim, nessa tessitura verde, vamos compondo um manto de oração pela natureza, imolada pela ganância que se contorce nos recantos da inconsciência humana.

Tereza Guimarães

Setembro /2019

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square